DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

sexta-feira, 19 de julho de 2013

MINISTÉRIO PUBLICO DE SÃO PAULO EM AÇÃO CONTRA FALSOS CONDOMÍNIOS

AGRADECEMOS AO MINISTÉRIO PUBLICO DE SÃO PAULO, QUE SEMPRE NOS ATENDE COM PRESTEZA NA DEFESA DAS VITIMAS DOS FALSOS CONDOMÍNIOS
---------- Mensagem encaminhada ----------
De: CAO Civel Urbanismo e Meio Ambiente 
Data: 19 de julho de 2013 15:56
Assunto: RES: Fwd: Ninho Verde ou Aguas de Santa Bárbara doado
Para: vitimas.falsos.condominios@gmail.com


Prezados Senhores,

A pedido dos Assessores do Núcleo de Meio Ambiente e Habitação e Urbanismo do CAO Cível e Tutela Coletiva, informo que a mensagem "infra" foi transmitida à Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo de Cerqueira César para conhecimento e providências cabíveis.

Maiores informações devem ser encaminhadas ou solicitadas diretamente àquela Promotoria de Justiça (pjcerqueiracesar@mpsp.mp.br).

Atenciosamente,

CAO Cível e Tutela Coletiva
Núcleo de Meio Ambiente e Habitação e Urbanismo
/egap
EMAIL RECEBIDO HOJE DE CIDADÃO LESADO POR IMOBILIÁRIA QUE FOI ENVIADO AO MP SP

Ganhei doado um lote Aguas de Santa Bárbara e troquei pelo Ninho Verde , quando percebi que era roubada parei de pagar as taxas , tenho como reverter esta situação e pegar o terreno ??  propaganda e falsidade ,danos morais ,etc ??

Um comentário:

Anônimo disse...

Boa Tarde,

Procurando a lei 58/37 no google achamos seu site e vi sua luta para provar o que é óbvio. Nestes casos, em nosso país por incrível que pareca, os honestos é quem tem que apresentar provas.

Vivemos o mesmo problema. Num loteamento na região metropolitana de Curitiba, aprovado pela prefeitura a 30 anos, o incorporador e mais alguns compradores de lotes, do nada, fizeram uma primeira assembléia de "condominio" e registraram-na em cartório. Daí em diante um grupo tomou conta através de procurações e se perpetua até hoje, fazendo e cobrando o que bem intende, com a omissão da prefeitura é claro pois alguns moradores trabalham lá, não se manifesta e não nos dá nenhuma certidão de que é loteamento.

Eu e mais uns poucos propritários temos lutado na justiça para derrubar esse pseudo condomínio, cometemos alguns erros em ações no passado e assim perdemos tempo. Até no judiciário nos parece que há um complô, pois todas ações são encaminhadas para um só desembargador e ficam paradas lá. Criamos até uma associação de proprietários de lotes, mas a justiça disse que era ilegal para a lide de questões referente aos "condôminos".