DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

AS MODERNAS MILICIAS : CONSTITUIÇÃO DETERMINA QUE ASSOCIAÇÃO PARA FINS ILÍCITOS TEM QUE SER EXTINTA !

elaborar "convenções" e estatutos SIMULADOS para fraudar leis federais, 
violar direitos constitucionais, bi-tributar serviços publicos, 
emitir boletos de cobrança sem causa, 
para extorquir dinheiro de moradores não associados e
tomar a casa própria de quem não quer financiar atos ilegais
NÃO é filantropia , é  CRIME organizado !
não faça acordos , não aceite cobranças ilegais, defenda seus direitos !
FATURAMENTO MILIONÁRIO e ILEGAL  

"A credora apresentou memória de cálculo atualizada no valor de R$2.242.269,69 e requereu a designação de hastas públicas para praceamento dos lotes ...... " - TJ SP  em 16/08/2013 

A "credora" é uma associação de falso condomínio que simula em seu  ESTATUTO ser destinada à "defesa de direitos sociais, cultura e arte" . Já perdeu vários recursos no STJ mas continua impune por OMISSÃO INCONSTITUCIONAL do Ministerio Publico, ...

O que mais espanta é a impunidade com que agem estes ESTELIONATÁRIOS ! 


CF / 88 - ASSOCIAÇÃO PARA FINS ILÍCITOS DEVE  SER EXTINTA !

TV Justiça - STF programa artigo 5o.  assista o video 
 direito de associação é somente para fins LÍCITOS 
desvio de finalidade é causa de dissolução judicial 

CODIGO CIVIL 2002 : A SIMULAÇÃO É ATO JURIDICAMENTE NULO 


aula em video explica as nulidade absoluta dos atos juridicos simulados , 
quando uma associação alega em seu estatuto que desenvolverá atividades ligadas a cultura e arte, mas, de fato, age como empresa "prestadora de serviços públicos", sem alvará, sem licitação, obrigando todos os moradores a serem "associados" compulsórios, ela está agindo de má-fé, violando as leis e a constituição federal e cometendo crimes passiveis de severa punição 


MILICIAS , à moda da "casa" 

NINGUÉM, não importa onde resida, está livre de vir a ser perseguido por "associações" desviadas de suas finalidades originais e que praticam atos ilegais  !

A cada dia que passa, mais pessoas denunciam que as ruas publicas estão sendo fechadas por falsos condominios, que roubam a liberdade, o dinheiro, a casa propria, e os direitos do povo brasileiro ! 
Milhões de pessoas, em varios estados ,já vivem sob ameaças constantes e sofrem a violação de direitos humanos, são discriminados, e / ou ameaçados com a instauração de ações judiciais de cobranças ilegais .
Milhares vivem há décadas, sob o martírio de  longos processos judiciais, instaurados por bandos de delinquentes que se apossaram das ruas publicas !  Os Ministros do STF , do STJ e de muitos tribunais já declararam que  estas COBRANÇAS impositivas e fechamento das ruas publicas são ilegais porque contrariam a Constituição Federal , violam leis federais e direitos constitucionais fundamentais  !  


Senador Eduardo Suplicy, da tribuna , condena falsos condomínios e atos ilegais 

Clamor popular :

QUE PAÍS É ESTE? A QUEM RECORRER? 

À PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF 
SOU CIDADÃ BRASILEIRA, E MEUS DIREITOS ESTÃO SENDO SEQUESTRADOS PELO FALSO CONDOMÍNIO, QUE TEM O NOME DE DE: ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS E MORADORES DO VALE DO CARIBÚ. 
MORO NESTE LOCAL DESDE 1986, LOGRADOURO PÚBLICO. 
COMO CIDADÃ, PAGO TODOS OS TRIBUTOS SOCIAIS AO MEU PAÍS. DESDE 2004, ESTOU SENDO PROCESSADA POR ESTE FALSO CONDOMÍNIO.
OS NOSSOS JUÍZES DO BRASIL, ESTÃO DANDO SENTENÇA INCONSTITUCIONAL, FERINDO A NOSSA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. 
ESTOU SEMPRE RECORRENDO, MAS ATÉ QUANDO?
HOJE ESTOU INDO COM UM AGRAVO DE INSTRUMENTO, POIS O JUIZ, ESTÁ A FAVOR DESDE FALSO CONDOMÍNIO. 
QUE PAÍS É ESTE? A QUEM RECORRER? 
ESTOU PRESTES A PERDER MINHA CASA. PRESIDENTA, PEÇO INTERVENÇÃO, PARA ACABAR DE VEZ COM ESTES FALSOS CONDOMÍNIOS, QUE ESTÃO ROUBANDO OS IMÓVEIS DO CIDADÃO BRASILEIRO, E ESTÃO ROUBANDO O PAÍS, COBRANDO TRIBUTOS PARTICULARES, QUE ESTÃO INDO PARA OS BOLSOS DELES. 
NESTE LOCAL ONDE MORAM HOJE TEM 4 PESSOAS SENDO PROCESSADAS. 
UMA JÁ PERDEU A CASA.
PRESIDENTA DILMA PRECISAMOS DE SUA AJUDA.
( M.P. - Rio de Janeiro  ) 
Defenda seus direitos constitucionais à liberdade, propriedade, vida digna, meio ambiente sadio, livre uso das praias, ruas e do patrimônio publico . 

As modernas milicias


FONTE : BLOG - NOSSA DENUNCIA
domingo, 15 de setembro de 2013































Não  existem mesmo bonzinhos nestas milicias, e cada um que por um acaso cruze seus caminhos irá enfrentar muito mais que uma associação ou "falso"condomínio, que aqui permito comparar!

Irá enfrentar de cara a desinformação, principalmente por parte de magistrados inexperientes no ramo da habitação e urbanismo e meio ambiente, que facilmente serão conduzidos ao erro por estas quadrilhas muito bem organizadas e geridas por administradoras acostumadas ao ilícito.

A culpa sem dúvida poderá ser igualmente repartida com o poder público, que fecha seus olhos e permite a proliferação desta raça sedenta por tomar o que é do alheio, e que se reúne em nome de uma associação de moradores, com CNPJs desvirtuados de seu objeto social, sempre voltados á aquilo que menos fazem, defesa de minorias e artes!

Os famigerados decretos que inundam algumas cidades, criando guetos intransponíveis , conhecidos por Bolsões residenciais,  nada mais são que, o roubo descarado do bem público por entidades privadas, dando ás estas entidades um direito á margem da Lei, que por usos e costumes passam a identificar-se com condomínios regidos por uma Lei arcaica e nojenta, claramente fruto de um lobby bem direcionado e que nos leva á bacia dos parlamentares corruptos, muito bem pagos para criar estas Leis que não melhoram em nada a vida dos atingidos por estas inconsequências gritantes, formadoras de máfias que dominam e exterminam qualquer ser que os oponha.

Alguns chegam ao ponto de usurpar de áreas públicas, dando novas denominações, como a de área comum, afim de lá estabelecer o total desrespeito e ilícito latente, passando assim a fugitivos do sistema que por Decreto de Bolsões os criou e passando com total falsidade ideológica , serem amparados por uma Lei de condomínios, com status suficiente para enganar, fomentar laranjas e obter lucro fácil, através de demandas judiciais, quase sempre em cortes acostumadas a serem derivadas ao erro, como aqui já mencionamos, e desculpe, nos tornamos repetitivos, talvez no mesmo grau das demandas diárias que inundam os tribunais brasileiros.

Muitas destas administradoras em parceria com estas associações de cunho meramente criminoso, juntam-se em prol da ilegalidade que os garante um bom e duradouro lucro fácil,orientadas por advogados sem escrúpulos e cartórios coniventes com a farsa, que sem ao menos checar se aquela área pode ou não ter um registro de condomínio, registram convenções, onde atas ilegais passam a valer como se legais fossem, afinal que poderá ousar a discordar, se os tribunais aceitam como verdades absolutas?

Resumindo, ter sua correspondência devassada por portarias construídas em ruas e avenidas públicas, ter seu direito de ir e vir cerceado por monitoramentos através de empresas de segurança de fachada, ver o meio ambiente sendo degradado, e ainda por cima, ouvir que tudo ali acontece em nome de uma segurança inexistente, e que a falta de sua contribuição apenas o enriquece e valoriza seu imóvel, é afirmar categoricamente que, estas novas e modernas milicias não são tao boazinhas como muitos ainda entorpecidos pelo falso status que mantém seus porcos narizes acima do horizonte, enxergam e aplaudem.

Cabe então imediata providencia de nossas autoridades, seja no campo executivo, legislativo e judiciário, sob a grave pena de ver nascer e sedimentar-se um poder paralelo, que enraizado estará a ponto de não mais permitir sua retirada,levando em sua esteira de crimes, toda uma sociedade penalizada pela falta do poder legalmente constituído e que agora e não muito distante passará a ser refém, assim como muitos que neste guetos modernos hoje mora, e tem sua dignidade subtraída também .

Compare e reflita se não estamos falando do mesmo assunto , pauta da matéria do jornal acima, só que com outra denominação, mas com essência igual, ou quem sabe, pior?

Nenhum comentário: