DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Petição Nacional em DEFESA da VIDA MARINHA !

Amigos, assinem a petição Nacional Pelo fim do lixo que mata animais marinhos no litoral Brasileiro !

INSTITUTO EcoFaxina 
13/09/2011 - Coleta de sedimento e siris para ensaios ecotoxicológicos e concentração de mercúrio, que apontaram alta toxicidade e altos níveis de Hg.

Cerca de 1 milhão de aves, 100 mil mamíferos e 100 mil tartarugas marinhas morrem a cada ano por ficarem presos ou ingerirem lixo (resíduos sólidos recicláveis).

A cada ano são despejadas aproximadamente 6 milhões de toneladas de resíduos sólidos nos oceanos.

A poluição é tão forte em alguns pontos do estuário de Santos que o pescado e os frutos do mar costumam apresentar níveis de contaminação muito acima do permitido por lei para o consumo.
APOIEM ESTA CAUSA 
link : http://www.causes.com/EstuarioLimpoEcoFaxina





Sobre

Nós, cidadãos da Baixada Santista e de todo Território Nacional, vimos requerer de V. Ex.as, Governador do Estado de São Paulo; Presidente da AGEM; Prefeitos e Vereadores dos municípios de Santos, São Vicente, Guarujá, Cubatão e Praia Grande, que uma ação emergencial seja colocada em prática com o objetivo de recuperar a biodiversidade, aumentar a oferta de pescado, melhorar a balneabilidade do estuário e das praias, o turismo, a navegação e o transporte aquaviário.
Atualmente o sistema estuarino recebe esgoto não tratado e lixo de todas as cidades que o constituem. Altos níveis de bactérias, substâncias que consomem oxigênio, fenóis, metais e pesticidas são detectados na água, e encontrados em alta concentração em alguns pontos do sedimento.
A fauna estuarina e marinha vem sofrendo incessantemente os efeitos dos resíduos sólidos em seu habitat. Animais como aves, tartarugas, peixes e golfinhos ingerem grandes quantidades de plástico. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, 1 milhão de aves marinhas e 100 mil mamíferos marinhos e tartarugas morrem a cada ano em consequência do lixo que chega aos mares do mundo. As causas de morte são obstrução do aparelho digestivo, sufocamento, estrangulamento, afogamento e inanição.
Áreas como o Dique da Vila Gilda e Jardim São Manoel na Zona Noroeste de Santos, com muitos de casos de dengue, sofrem com a proliferação do mosquito Aedes aegypti, tendo em vista as milhares de embalagens plásticas que se acumulam nas margens estuarinas e retém a água da chuva.
Até o momento nenhuma ação efetiva foi tomada por parte dos poder público no sentido de reduzir o descarte de resíduos dentro do estuário e/ou recuperar áreas impactadas.
O Instituto EcoFaxina tem como proposta a implantação do Sistema Ambiental de Coleta de Resíduos, que consiste na formação de uma frente de trabalho formada por jovens desempregados em situação de risco social, com base na criação de uma nova profissão dentro do setor de limpeza e reciclagem, o “Agente Ambiental de Coleta de Resíduos”, trabalhador responsável pela limpeza, reciclagem e recuperação ambiental do estuário de Santos e São Vicente.
#manguefazadiferenca

Um comentário:

VITIMASFALSOSCONDOMINIOS DEFESA DIREITOS disse...

dois graves problemas serão resolvidos - apoie !