DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

quarta-feira, 5 de março de 2014

ALVARO DIAS FAZ PRONUNCIAMENTO EM PROL DA SEGURANÇA PUBLICA - POLICIA FEDERAL

SENADOR ALVARO DIAS DEFENDE A NECESSIDADE DE 
SEGURANÇA PUBLICA 
E PEDE MAIS VERBAS PARA A POLICIA FEDERAL


ASSISTAM  ESTE IMPORTANTE DISCURSO DO SENADOR ALVARO DIAS ASSIM QUE FOR POSTADO NO SITE DO SENADO FEDERAL 
Violência cresce, consumo de drogas dispara, mas Dilma corta recursos para a segurança pública

1o. Dia da Quaresma - 05 de março de 2014

Ao criticar, no Plenário, na sessão desta quarta-feira de Cinzas, o descaso e a ineficiência do governo federal no setor de segurança pública, o senador Alvaro Dias leu uma notícia que, para ele, é tão triste quanto estarrecedora: o Conselho Internacional de Controle de Narcóticos, ligado à ONU, acaba de divulgar que o consumo de cocaína no Brasil mais que dobrou nos últimos dez anos e já é quatro vezes superior à média mundial. A pesquisa do Conselho da ONU, citada pelo senador, revela ainda que, em 2005, 0,7% da população entre 12 e 65 anos consumia a droga. Em 2011, essa taxa chegou a 1,75%.
E as más notícias no setor de segurança, segundo Alvaro Dias, não param por aí. O senador lamentou, na Tribuna, o corte, por parte do governo Dilma, de uma emenda parlamentar de toda a bancada paranaense, destinada a reforçar o aparelhamento da polícia na região de fronteira do estado do Paraná. Para Alvaro Dias, o corte da emenda, no valor de R$ 130 milhões, “é uma temeridade” e demonstra a falta de visão estratégica deste governo, já que os recursos seriam utilizados para equipar as forças de segurança no combate à entrada de drogas no Brasil.
“Os valores da emenda da bancada paranaense iriam melhorar a segurança na tríplice fronteira, mas a presidente Dilma, o ministro Mantega e a ministra do Planejamento a bloquearam, no orçamento. A emenda que toda a Bancada do Paraná apresentou visava garantir a aquisição de equipamentos modernos e sofisticados pelas forças de segurança que iriam melhorar a vigilância na zona de fronteira, nos municípios compreendidos entre Foz do Iguaçu e Barracão, mais ao sul do Estado, e Foz e Guairá, mais ao norte do Paraná. Esses equipamentos modernos iriam ajudar na conjugação de esforços de vários setores da segurança, incluindo as políticas e o Exército, para gerar maior segurança na faixa da tríplice fronteira. O prejuízo, na esfera da segurança pública, engloba não apenas o Paraná, mas todos os brasileiros”, disse o senador Alvaro Dias, destacando ainda que no ano passado, o governo já havia contingenciado mais de R$ 3 bilhões do Orçamento da União para a segurança pública no País.
Durante seu pronunciamento, o senador também relatou que esteve em Londrina (PR), na última sexta-feira (28/2), conversando com representantes dos bombeiros, da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Polícia Federal sobre as dificuldades enfrentadas no dia a dia para o desempenho de suas funções. Os policiais, informou o senador, pedem recomposição salarial e mais estrutura para a realização de seu trabalho. Alvaro Dias citou uma pesquisa que aponta que mais de 250 agentes deixam a Polícia Federal anualmente, em busca de melhores salários, e mais de 85% do quadro se sentem infelizes no trabalho.
“Conversei longamente com os Policiais Federais em Londrina na última sexta-feira, ouvi deles as reivindicações que são veiculadas e o desenho da realidade vivida por essa instituição essencial para o país, especialmente nesse momento em que a população indignada se encontra com tantos escândalos de corrupção. As nossas homenagens àqueles que, de forma direta ou indireta, combatem o crime e a corrupção”, concluiu o senador.


Parabéns Senador !! O Brasil precisa de senadores como você e de Ministros como o Fux.


Nenhum comentário: