DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

sábado, 18 de outubro de 2014

Golfe Para Quem? ESPECULADORES IMOBILIÁRIOS ESTÃO DESTRUINDO O BRASIL INVADINDO AREAS DE PROTEÇÃO AMBIENTAL

PARA VOTAR – PROPOSTA À PREFEITURA: PRESERVAR O PARQUE MUNICIPAL ECOLÓGICO DE MARAPENDI ÍNTEGRO



Os que acompanham o Urbe CaRioca conhecem a opinião do blog, de vários leitores, de arquitetos, urbanistas, profissionais ligados à área do Meio Ambiente e do Direito Ambiental, do movimento Golfe Para Quem?, e de muitos cariocas que têm se manifestado através das redes sociais contrariamente à construção do Campo de Golfe apelidado de “olímpico” sobre área de restinga protegida há décadas e favoráveis à manutenção do desenho urbano da região e da preservação do parque ecológico ameaçado, sem solução de continuidade.

Como amplamente divulgado, parte da APA foi desprotegida pelo prefeito e vereadores pela lei complementar nº 125 de 14/01/2013 – O Pacote sem o Bode -, ‘regulamentada pelo decreto nº 36795/2013 – O Decreto Discreto, lei questionável e muito questionada, inclusive pelo MPRJ.

Causou-nos surpresa a recente iniciativa da Prefeitura ao criar um projeto chamado Ágora Rio –Desafio, pelo qual, através de um site, o governo municipal recebe sugestões em resposta à pergunta ‘Como os Jogos Rio 2016 podem trazer ainda mais benefícios para a cidade e a população?’. Os cidadãos podem enviar as suas ideias “para ampliar os benefícios das Olimpíadas para os cariocas” que estarão sujeitas a uma votação com vistas à futura implementação dos projetos vencedores.

A louvável ação de governo - que traz no título o nome das praças gregas antigas onde a população manifestava seus desejos - traz alguma estranheza pelo menos nas questões urbanísticas do Rio de Janeiro em sua essência: basta nos recordarmos das inúmeras leis sancionadas e promulgadas sem debates públicos ou com audiências públicas pro forma, inexpressivas, ou não representativas. PEU VargensZona PortuáriaPlano DiretorPacote Olímpico 1Pacote Olímpico 2, e os renovados benefícios especiais para hotéis, seja pelos prejuízos causados, ou pela nulidade – caso do Plano Diretor que serviu apenas para aumentar índices construtivos e gabaritos de altura em toda a cidade -, são exemplos incontestáveis.

Ao projeto Ágora – que se autodenomina um desafio, lançamos o Desafio do Urbe CaRioca: cancelar o projeto do Campo de Golfe, pois já se sabe que os organizadores têm alternativa, e revigorar a lei anterior que garantia a complementação da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, a antiga Via 2, e o parque em volta da Lagoa de Marapendi.
O desafio do blog Urbe CaRioca ao projeto Ágora da Prefeitura tem o título: Preservar o Parque Municipal Ecológico de Marapendi Íntegro, o que implica cancelar ou modificar o projeto do Campo de Golfe.

Veja, a seguir, as DICAS PARA VOTAR.



                                             Vídeo mostra a devastação da área de
                                            reserva destinada ao Parque Ecológico


O link acima leva direto à página da proposta. Para votar é necessário clicar na "mãozinha de positivo". Pedirão um cadastro. Basta um nome e um e-mail, quaisquer. Depois o sistema enviará e-mail pedindo confirmação de que o e-mail cadastrado é mesmo o da pessoa, que, UFA, finalmente poderá votar! Uma complicação, mas vale a pena!







_________
NOTA

Para quem ainda não conhece o assunto, vários posts estão reunidos em EXTRA: SOBREVOANDO O CAMPO DE GOLFE E TODOS OS POSTS (nov./2012 a jul./2014). A afirmação de que as tacadas olímpicas não necessariamente serão realizadas naquele local está em GOLFE - PARA NÃO ESMAGAR A RESERVA AMBIENTAL, HÁ ALTERNATIVA.

Aqui > Outros esclarecimentos.



Concurso para o Campo de Golfe indicava
a área aumentada sobre a Reserva Ambiental, meses antes de proposta
para mudança da lei urbanística e do Zoneamento Ambiental
enviada à Câmara de Vereadores: O PACOTE E O BODE.

Imagem: Internet

Notícia O Globo: Projeto de Paes muda parâmetros ambientais para
setor privado construir campo de golfe na Barra

Nenhum comentário: