DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

terça-feira, 3 de junho de 2014

CDC - CAMARA FEDERAL : Comissão aprova devolução em quádruplo de valor cobrado indevidamente de idoso

APELAMOS À COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR  DA CAMARA FEDERAL
PARA QUE PUNA SEVERAMENTE AS EXTORSÕES CONTRA OS IDOSOS 
IMPOSTAS POR ASSOCIAÇÕES DE FALSOS CONDOMINIOS 
É MUITO SOFRIMENTO ! 
LUIZ GEORG KUNZ - IDOSO- DOENTE E CARENTE FOI CONDENADO ILEGAL E INCONSTITUCIONALMENTE A FINANCIAR ATOS ILICITOS PRATICADOS POR FALSO CONDOMINIO AMAMIR

HÁ 10 ANOS ELE E SUA FAMILIA ESTÃO SENDO PROCESSADOS 
APESAR DE SEMPRE TEREM SE RECUSADO A FAZER PARTE DESTA ASSOCIAÇÃO 
AGORA ESTA AGUARDANDO JULGAMENTO DO RECURSO ESPECIAL NO STJ 

02/06/2014 - 15h50

Comissão aprova devolução em quádruplo de valor cobrado indevidamente de idoso

Legislação em vigor já garante a devolução em dobro de quantia cobrada de maneira indevida, independentemente da idade do cidadão lesado.
Arquivo - Gustavo Lima
Paulo Wagner
Paulo Wagner defendeu a aprovação da proposta.
A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou proposta que torna obrigatória a restituição em quádruplo do valor descontado indevidamente de conta bancária de idosos ou de aposentadoria e pensão. A medida está prevista no Projeto de Lei 6471/13, do deputado Glauber Braga (PSB-RJ).
Relator, o deputado Paulo Wagner (PV-RN) concordou a com a tese do autor, segundo a qual, embora essas práticas indevidas já sejam apenadas pelo Código Civil (Lei 10.406/02) e pelo Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90), é necessário aplicar punições mais severas quando o ilícito envolver idosos, uma vez que eles representam parcela mais vulnerável da população.
Atualmente, o Código de Defesa do Consumidor já garante ao consumidor cobrado indevidamente o direito de receber, em dobro, a quantia que pagou em excesso. Além disso, de acordo com o Código Civil a pessoa que cobrar por dívida já paga fica obrigada a compensar em dobro ao devedor.
Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Marcelo Oliveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'

Nenhum comentário: