DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

sábado, 23 de novembro de 2013

Quando maior a dificuldade, maior é o mérito em superá-la ! Padre Alberto Gambarini

 JESUS !
Cantarei de alegria, ó Senhor, pois  nos livrastes!
Salmo 110 ( 109 )
 de Davi 
Oráculo do Senhor ao meu senhor :
"Senta-te à minha direita, 
até que eu ponha teus inimigos como  escabelo de teus pés"

via facebook 


Quando maior a dificuldade, maior é o mérito em superá-la. Em nossa vida aprendemos muito com os pais, professores, os livros, mas aprendemos mais ainda com as dificuldades, com os fracassos, com os obstáculos da vida. Lembre-se que a maior conquista não é ficar de pé, mas levantar-se cada vez que cai.

Em Tiago 1,12 lemos: “Felizes os que suportam a provação”. Levantar de uma dificuldade deve ser uma norma em nossa vida, cair é humano, mas ficar no chão é ser derrotado. 
Deus faz tudo certo e permite que as dificuldades surjam em nossa vida com o propósito de nos fazer melhores.

Sem crise não há crescimento; sem luta não pode haver vitória. Veja, se todas as dificuldades e obstáculos fossem eliminadas não teríamos a oportunidade de melhorar. 
Por isto quando tiver algum problema, faça alguma coisa. 

Se não for possível passar por cima, passe por baixo, pela esquerda ou pela direita, mas não desista. 
Coragem, meu querido e minha querida, enxugue suas lágrimas e caminhe com Jesus que está sempre ao seu lado.
Não tenha medo!

Meu Senhor,  vem em nosso auxílio,  muito obrigado pelos benefícios recebidos e  pelo consolo oferecido. 
Amém!

Leia também o Evangelho do dia: www.encontrocomcristo.org.br

Liturgia -  23 de novembro de 2013 

Salmo  9,2-3. 4.6. 16b.19 

Cantarei de alegria, ó Senhor, pois me livrastes!

2Senhor, de coração vos darei graças, * 
as vossas maravilhas cantarei! 

3Em vós exultarei de alegria, * 
cantarei ao vosso nome, Deus Altíssimo!

4Voltaram para trás meus inimigos, * 
perante a vossa face pereceram; 

6Repreendestes as nações, e os maus perdestes, * 
apagastes o seu nome para sempre.

16aOs maus caíram no buraco que cavaram, * 
nos próprios laços foram presos os seus pés. 

19Mas o pobre não será sempre esquecido, * 
nem é vã a esperança dos humildes.


Nenhum comentário: