DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

sábado, 7 de setembro de 2013

QUEREMOS PAZ ! PAPA FRANCISCO - 7 SETEMBRO 2013 DIA MUNDIAL DE ORAÇÕES PELA PAZ

«A paz é um bem que supera todas as barreiras, porque é um bem para toda a humanidade». 
PAPA FRANCISCO - 06.09.2013

Uma vigília de quatro horas presidida pelo Papa Francisco e à qual se unirão milhões de pessoas de todo o mundo, de outras religiões e até mesmo não crentes, 
com um mesmo objetivo: pedir pela paz.
Ele julgará entre as nações e resolverá contendas de muitos povos. Eles farão de suas espadas arados, e de suas lanças, ... (Isaías 2:4).

inicio as 14 horas deste sábado - 
participem !

Este sábado, Dia de oração e jejum pela paz MUNDIAL 

2013-09-07 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) - Um "exército" da paz se reunirá esta noite na Praça São Pedro para viver com o Papa Francisco a Vigília de oração pela crise na Síria.
A partir das 16h ( Roma) locais as passagens de acesso à Praça São Pedro estarão abertas para o afluxo de quem quiser participar. A Vigília propriamente dita terá início às 14h   estendendo-se até as 19 h. ( horário de Brasilia)
O grito desarmado pela paz e as palavras singelas de milhões de almas em oração para reduzir ao silêncio o ribombar dos canhões e reconduzir à razão os estrategistas da guerra. Para isso o Papa Francisco mobilizou a Igreja, suscitando uma adesão planetária mesmo por parte de quem não se reconhece na Igreja.
O grito do Papa no último Angelus será repetido na abertura da Vigília: "Nunca mais a guerra, nunca mais a guerra!"
As orações brotarão das palavras sacras com as quais há séculos e milênios o homem pede a Deus para viver em paz. Como os versos do canto inicial, o antiquíssimo Veni Creator (Vinde, Espírito Criador), que na quinta estrofe entra no coração do momento: "Afastai para longe o inimigo; Trazei-nos prontamente a paz; Assim guiados por Vós; Evitaremos todo o mal".
Depois, se terá a entronização do ícone de Maria Salus populi Romani (Protetora do povo Romano) e as palavras do Terço, cinquenta invocações para em uníssono para confiar a sorte do mundo à Rainha da paz.
Para esta ocasião, o Papa quis que cada Mistério da alegria do Terço seja precedido de palavras de Santa Teresa de Liseux.
Após o Terço, os olhos do mundo da fé e as câmeras do mundo inteiro estarão voltadas para o Papa Francisco, que oferecerá a sua reflexão. Em seguida, as atenções se voltarão para a Hóstia consagrada, exposta para a adoração eucarística, enquanto leituras bíblicas e orações de paz dos papas do Séc. XX até os nossos dias conduzirá a reflexão interior transformando-a, com a célebre profecia de Isaías, numa nova mensagem aos poderosos da terra: "Estes quebrarão as suas espadas, transformando-as em relhas", "uma nação não levantará a espada contra a outra, e nem se aprenderá mais a fazer a guerra" (Is 2, 4).
Ao término de cada um dos cinco momentos de adoração, cinco casais – representando a Síria, Egito, Terra Santa, EUA e Rússia – farão uma oferta de incenso.
O penúltimo momento da Vigília será caracterizado pelo Ofício das leituras – três passagens de Jeremias, São Leão Magno e o Evangelista João –, seguido de meia hora de silêncio, até por volta das 22h40, cadenciada pela música que tomará a Praça São Pedro e adjacências. O último ato da Vigília será a Bênção eucarística concedida pelo Santo Padre. (RL)

O CRISTÃO NÃO PODE ESQUECER QUE O CENTRO DE SUA VIDA É JESUS ! PAPA FRANCISCO- HOMILIA 07.09.13

O cristão não pode esquecer que o centro da sua vida é Jesus. Esta a ideia principal da meditação matinal do Papa Francisco na Eucaristia na Capela da Casa de Santa Marta. O Santo Padre disse que devemos vencer a tentação de sermos cristãos sem Jesus...!
O Papa Francisco focalizou toda a sua meditação sobre a centralidade de Jesus na vida de um cristão. Disse que “Jesus é o centro, Jesus é o Senhor.” “Os fariseus de que nos fala o Evangelho de hoje” – continuou o Santo Padre - “colocavam no centro da sua religiosidade tantos mandamentos” e considerou ainda que mesmo hoje “se não estiver Jesus no centro estarão outras coisas” e assim, “encontramos tantos cristãos sem Jesus”.
Segundo as palavras do Papa Francisco existem, portanto, muitos cristãos com atitude de fariseus. “Faço isto mas não sei porque o devo fazer...”. Contudo, continuou o Santo Padre, existem ainda outros cristãos aos quais chamou os cristãos que só procuram devoções, nomeadamente aqueles que andam sempre à procura de algo muito raro que são as revelações privadas. Muitas vezes fazem-no pelo espetáculo e novidade que tudo isso cria. O Papa Francisco acentuou que a Revelação concluiu-se com o Novo Testamento e o melhor é mesmo pegarmos no Evangelho...
“ A regra é simples: só é valido aquilo que leva a Jesus, e é apenas válido aquilo que vem de Jesus. Jesus é o centro, o Senhor, como Ele próprio diz. Isto leva-te a Jesus? Vai em frente. Este mandamento ou esta atitude leva-te a Jesus? Continua. Mas, se não te leva a Jesus e se não vem de Jesus... bem...não se sabe... é um pouco perigoso.”
“Mas se tu não consegues adorar Jesus, falta-te qualquer coisa. Uma regra, um sinal. A regra é: sou um bom cristão, estou no caminho do bom cristão se faço aquilo que me leva a Jesus, porque Ele é o centro. O sinal : sou capaz de adorar; a adoração. A oração de adoração perante Jesus. Que o Senhor nos ajude a compreender que apenas Ele é o Senhor, o único Senhor. E nos dê a graça de o amar tanto, de segui-Lo, de ir pelo caminho que Ele nos ensinou.”

Nenhum comentário: