DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

terça-feira, 23 de julho de 2013

SER CRISTÃO É SER AMOR EM AÇÃO : FAÇA PARTE DA AFIPE - ASSOCIAÇÃO FILHOS DO PAI ETERNO

DERRAMA SUAS BENÇÃOS SENHOR - SUA CASA VEM RECONSTRUIR - COM SINAIS E PRODÍGIOS - ISTO É AMOR - ISTO É FRATERNIDADE - ISTO É SER CRISTÃO
DEUS É AMOR !
seja um evangelizador - seja um educador  

FAÇA PARTE DA ASSOCIAÇÃO FILHOS DO PAI ETERNO VOCE TAMBÉM - clique aqui 



A Associação Filhos do Pai Eterno - AFIPE - nasceu a partir do desejo do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno de congregar o maior número possível de fiéis católicos e devotos do Divino Pai Eterno, com a finalidade de proporcionar auxílio na vivência da fé, e, a partir deles, propagar esta devoção a todos os que amam a Deus. 

A AFIPE iniciou sua ação em maio de dois mil e quatro.Hoje conta com uma equipe de funcionários prontos para atender os Filhos e Filhas do Pai Eterno. 

Os trabalhos desenvolvidos pela AFIPE têm colaborado para o amadurecimento e vivência da fé de milhares de famílias que se renovam no compromisso pessoal, comunitário e, principalmente, na vida prática cristã. As doações recebidas são voltadas para projetos pastorais do santuário, de maneira especial a evangelização por meio da televisão. Através de campanhas realizadas em Festas do Divino Pai Eterno, foi possível montar uma estrutura televisiva onde são transmitidas ao vivo as celebrações no Santuário Basílica do Divino Pai Eterno. Além disso, a associação promove ações sociais tais como: creches, atendimento a famílias carentes e também melhorias na estrutura física do santuário para melhor acolher cada fiel devoto que à casa do Pai acorre.


Cespe

Mantido pela Congregação dos Missionários Redentoristas (Santuário Basílica e Associação Filhos do Pai Eterno) desde janeiro de 2004, o Centro Social do Pai Eterno (Cespe) atende atualmente cerca de 150 crianças de 3 a 12 anos, de segunda a sexta-feira. 

Focado na assistência familiar, no desenvolvimento psicossocial dos pequenos e na evangelização, a instituição oferece desde acompanhamento lúdico-pedagógico até atendimentos médicos e odontológicos.


O Cespe, que está localizado no Setor Samarah, (Rua Teodoro Mendes, nº 475), região Norte de Trindade, proporciona o suporte necessário a dezenas de pais com baixo poder aquisitivo, que necessitam de local adequado para deixarem os filhos enquanto buscam o sustento do lar.


Dividido por faixas etárias, os módulos assistem crianças de 3 a 12 anos - 1º etapa; 3 e 4 anos, 2ª etapa; 5 a 7 anos, 3ª etapa; 7 e 8 anos e 4ª etapa; 9 a 12 anos - e conta com 18 profissionais capacitados para atuar no amparo infanto-juvenil. A unidade oferece, entre outros atendimentos, suporte pedagógico, psicológico e social. E, quando necessário, realiza encaminhamentos para demais áreas de atuação ligadas ao desenvolvimento infantil e familiar.


Com ampla infraestruturar, o Cespe é dividido por alas com salas de atividades, biblioteca, cantinho da leitura, administração, consultórios médicos e odontológicos, cozinha, setor de limpeza, área recreativa e campo de futebol society. Todas as atividades do Centro Social do Pai Eterno são mantidas por meio de doações e contam com o suporte da Afipe.


Como atua em contraturno escolar, oferece quatro refeições diárias balanceadas, sendo o café da manhã, almoço, lanche e o jantar. A instituição proporciona uma realidade diferente a muitas crianças e, além de oferecer aulas de pintura, artesanato, teatro e música, disponibiliza aos pais e comunidade circunvizinha oficinas e cursos profissionalizantes. Atualmente, são oferecidas aulas de costura e informática as segundas, quartas e sextas-feiras. 

Evangelização na TV

A televisão é um poderoso meio de difusão de idéias, costumes e está presente na grande maioria dos lares.  Iniciamos nossas transmissões através da Rede Vida de Televisão na certeza de que nossos programas estão comunicando o Amor  do Pai Eterno. Atualmente temos a transmissão das missas e da novena dos Filhos do Pai Eterno. Temos ainda projetos futuros nesta área de comunicação como uma rádio.

apoie AQUI as obras de verdadeira caridade 

Amai-vos uns aos outros...
A iniciativa de amar é de Deus: é Ele quem nos ama primeiro e nos convida ao amor.  Somente experimentando o amor é que a humanidade poderá experimentar, ainda que limitadamente, quem é Deus.  Amar é tocar no mistério da divindade aberto Definitivamente à humanidade pelo amor doado por Deus à criação.

Em Jesus Cristo, Deus mostra a capacidade humana de amar.  O Filho, encarnado e feito homem para suportar a limitação humana, faz de Sua vida uma vida inteira de amor ao outro e ao Pai.  E nos ensina a viver no amor: “como o Pai me amor, assim também eu vos amei.” (Jo15, 9) e, mais adiante, “amai-vos uns aos outros como eu vos amei.” (Jo 15, 12).

O Filho Amado, Senhor da Vida, não escraviza a humanidade.  Ao contrário, a faz amiga, irmã.  Escolhe homens e mulheres para que cada um saiba que pode contribuir com a obra da criação.  E assim nos diz: “Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor.  Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai.  Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça.” (Jo 15, 15-16)

Qual é o sentido profundo da palavra amor, para cada um de nós?

Hoje, é uma palavra tão banalizada, tão usada para designar relações egoístas e hedonistas, que poucas vezes lembramo-nos da sua origem divina: tudo foi criado por amor, para o amor e no amor.  Foi o amor de Deus, que não coube em si só e que expandiu dando origem a vida, porque o amor é fonte de vida.

Por isso, as palavras de Jesus: “...para que produzais fruto...” (Jo 15, 16 a).  O fruto esperado é a vida que somos capazes de gerar através de nossos atos que devem refletir o verdadeiro amor de Deus pela humanidade.

A primeira carta encíclica de Bento XVI - Deus caritas est – resgata a dimensão amorosa de Deus, reforçando as palavras do apóstolo João em sua Primeira Carta: Deus é Amor! (1Jo 4,1) e, a partir daí, oferece dicas para a prática amorosa nas relações pessoais e sociais, indicando fundamentos para a implementação da justiça e da verdadeira caridade cristã.  Enfim, um documento que não pode deixar de ser lido e trabalhado pelos fiéis para que possamos ser todos instrumentos construtores de uma nova realidade.

Que a experiência do amor possa ser restauradora da nossa relação filial com o Senhor para que seja consciente em nossas vidas a importância de sermos filhos amados por Deus.

Textos para ajudar na sua oração:
Jo 15, 9-17
1Jo 4, 7-10
Jo 13, 31-33ª.34-35

Nenhum comentário: