DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Sob este sinal vencerás : In hoc signo vinces

"Há momentos em que um homem pode mudar, com o seu "sim" ou com seu "não", o curso da sua vida. 
E há momentos em que desta escolha deste homem pode depender a sorte de povos e de nações para os séculos vindouros."
A obediência do Imperador romano Constantino mudou o curso da Historia ocidental  e da cristandade

A PALAVRA DE DEUS NOS AVISA 

LITURGIA DO DIA 18 DE FEVEREIRO DE 2013  : 

DEUS NOS FALA :  
Primeira Leitura - Livro do Levítico.
1O Senhor falou a Moi­sés, dizendo:
 2“Fala a toda a Comunidade dos filhos de Israel, e dize-lhes: Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo. 
11Não furteis, não digais mentiras, nem vos enganeis uns aos outros. 
12Não jureis falso por meu nome, profanando o nome do Senhor teu Deus. Eu sou o Senhor. 
13Não explores o teu próximo nem pratiques extorsão contra ele. Não retenhas contigo a diária do assalariado até o dia seguinte. 

14Não amaldiçoes o surdo, nem ponhas tropeço diante do cego, mas temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor. 
15Não cometas injustiças no exercício da justiça; não favoreças o pobre nem prestigieis o poderoso. Julga teu próximo conforme a justiça. 
16Não sejas um maldizente entre o teu povo. Não conspires, caluniando-o, contra a vida do teu próximo. Eu sou o Senhor. 

17Não tenhas no coração ódio contra teu irmão. Repreende o teu próximo, para não te tornares culpado de pecado por causa dele.
18Não procures vingança, nem guardes rancor aos teus compatriotas. Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor”. 


SALMO 18 
— Ó Senhor, vossas palavras são espírito e vida!
— Ó Senhor, vossas palavras são espírito e vida!

A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes.
— Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz.
— É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.
— Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até vós, ó Senhor, meu Rochedo e Redentor!

jesus cristo
QUARESMA É TEMPO DE CONVERSÃO 

Evangelho (Mateus 25,31-46)
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 
31“Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso.
32Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 
33E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 
34Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 
35Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me rece­bestes em casa;
 36eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’. 
37Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Com sede e te demos de beber? 
38Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? 
39Quando foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?’ 
40Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’ 
41Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos.
42Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e não me destes de beber;
 43eu era estrangeiro e não me recebestes em casa; eu estava nu e não me vestistes; eu estava doente e na prisão e não fostes me visitar’. 
44E responderão também eles: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou nu, doente ou preso, e não te servimos?’ 
45Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, todas as vezes que não fizestes isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizestes!’ 
46Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna”. 

- Palavra da Salvação. 
- Glória a vós, Senhor.

saiba mais :  Sob este sinal vencerás : In hoc signo vinces : 

 A batalha da Ponte Mílvia, que mudou o rumo da historia ocidental e da cristandade  

No dia 28 de outubro de 313 o sol começa a se por quando as tropas do imperador romano Constantino , vêem repentinamente surgir no céu um grande sinal luminoso, com uma frase chamejante:  In hoc signo vinces (com este sinal vencerás)

Eusébio de Cesaréia, o primeiro grande histórico da Igreja recorda o acontecimento com estas palavras: "Um sinal extraordinário aparece no céu. … quando o sol começava a declinar, Constantino vê com os próprios olhos, no céu, mais acima do sol, o troféu de uma cruz de luz sobre a qual estavam traçadas as palavras IN HOC SIGNO VINCES. Foi tomado por um grande estupor e, com ele, todo seu exército." (1)
        A Cruz aparecida no céu era, sem sombra de dúvida, o símbolo dos cristãos. Os dois exércitos que ora se defrontavam estavam conscientes que não eram forças meramente humanas que estavam envolvidas no terrível entrechoque. Na noite, conforme narra Lactâncio, Cristo aparece em sonho a Constantino, “exortando-o a colocar aquele símbolo nos escudos dos soldados com aqueles sinais celestes de Deus e a iniciar, pois, a batalha” (2).
Há momentos em que um homem pode mudar, com o seu "sim" ou com seu "não", o curso da sua vida. E há momentos em que desta escolha deste homem pode depender a sorte de povos e de nações para os séculos vindouros. Aconteceu naquela noite de outubro ao filho de Constâncio e Helena, chamado a decidir qual seria o destino do Império de Roma.
A batalha se desenvolve com fúria. Constantino conseguiu rechaçar o exército rival e,  vencedor, subiu ao sólio imperial.  Constantino não era cristão e não se torna cristão naquela noite, mas responde afirmativamente ao convite de Cristo. Um ano depois, a 13 de junho de 313, ele promulgou o Edito de Milão com o qual todas as leis persecutórias emanadas em passado contra os cristãos ficavam abolidas e o Cristianismo se tornava a religio ( religião ) licita no Império.  
Constantino é célebre por este edito que punha fim à era das perseguições e abria uma nova época de liberdade para a Igreja. É graças tal edito que se fala de “virada constantiniana” na história da Igreja. 
E, entretanto, na vida de Constantino e na da Igreja, a hora decisiva foi outra: aquela em que por primeira vez a Cruz de Cristo, vexilla regis, aparece sobre o campo de batalha, defendida pelas espadas dos legionários, e vence a força do inimigo.
Com a vitória de Constantino, o rumo da história da Europa e, por extensão, do Ocidente, foi alterado radicalmente.

Nenhum comentário: