DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

sábado, 5 de janeiro de 2013

NINGUEM ESTA SEGURO NA SOCIEDADE DOMINADA PELO CRIME ORGANIZADO

AFIRMA O DEPUTADO MIRO TEIXEIRA EM REPORTAGEM PUBLICADA HOJE NO ESTADÃO :

"Criou-se na capital do País, sob os olhos dos poderes da 

República, uma sociedade anônima de criminosos e 

violadores de dados pessoais" afirmou o deputado. 

"Não há cidadão nesse País, nem mesmo a presidente, seguro

 da sua privacidade e isso é muito ruim para a democracia."

COMENTARIOS :

MUITO RUIM PARA A DEMOCRACIA É O DESMONTE DO ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO NO BRASIL !

É O DESMONTE DOS ORGÃOS DE SEGURANÇA PUBLICA POR FALTA DE VERBAS

É O DESMONTE DO PODER DE INVESTIGAÇÃO DO MINISTERIO PUBLICO POR PROJETO DE LEI INCONSTITUCIONAL

É A CORRUPÇÃO NO PODER JUDICIÁRIO QUE "LEGALIZA" ATOS CRIMINOSOS ASSEGURANDO A IMPUNIDADE  DE MUITOS QUE TRANSGRIDEM AS LEIS , ASSIM  INCENTIVANDO A EXPANSÃO DO CRIME ORGANIZADO, PELA CERTEZA ABSOLUTA DE IMPUNIDADE TOTAL  (  e, ainda, quando - raramente - são presos, vivem as nossas custas, e ainda ganham PENSÃO altissima do INSS , por cada FILHO, faturando mais do que um trabalhador honesto que ganha salario minimo, e logo , logo, estão soltos novamente, dando continuidade aos mesmos crimes )

RUIM PARA A DEMOCRACIA É A INVERSÃO DE VALORES, ONDE BANDIDOS, LADROES, ESTELIONATÁRIOS, ASSASSINOS, MILICIANOS, CORRUPTOS E CORRUPTORES, TEM MAIS DIREITOS DO QUE SUAS VITIMAS, E AINDA SÃO "RECOMPENSADOS" COM PENSÃO DO INSS, PENSÃO VITALICIA , E, ATE MESMO, COM ALTOS CARGOS PÚBLICOS

O QUE MAIS CAUSA ESPANTO NA REPORTAGEM , NÃO É A AFIRMATIVA DE QUE TODOS ESTAMOS EM RISCO , PORQUE ISTO JÁ ERA  SABIDO, 

O QUE CAUSA ESPANTO ,  SIM , É O PROJETO DE "LEGALIZAR" A ESPIONAGEM , AO INVES DE ACABAR COM ELA !!!!

PORQUE NAO LEGALIZAR TODO O CRIME ORGANIZADO LOGO DE UMA VEZ ???????


A GARANTIA DE INVIOLABILIDADE DE COMUNICAÇÕES , CORRESPONDENCIA E DOMICILIO ESTA EXPRESSA NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL , ART 3o. E ART 5o. 
A PROPRIA POLICIA FEDERAL NAO PRESCINDE DE AUTORIZAÇÃO JUDICIAL PARA FAZER ESCUTAS TELEFONICAS E INVASÕES DE DOMICILIOS E ESCRITORIOS 
NINGUEM ESTA SEGURO NESTE PAIS ! ISTO É FATO NOTORIO !
QUE O DIGAM OS MILHÕES DE CIDADÃOS PERSEGUIDOS PELAS MILICIAS DOS FALSOS CONDOMINIOS, QUE ESTÃO ESQUECIDOS PELO ESTADO, ABANDONADOS PELA MÍDIA, E QUE SOFREM , CALADOS, TODO TIPO DE VIOLENCIAS , PORQUE SABEM QUE NÃO TERÃO NENHUM SOCORRO DAS AUTORIDADES PUBLICAS CORRUPTAS CONIVENTES COM A TOMADA DE TERRITORIO PELO CRIME ORGANIZADO, PORQUE SE BENEFICIAM DISTO - E NÃO TEM VERGONHA DE AFIRMAR ISTO PUBLICAMENTE

DIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITO CIVIL, DIREITO ADMINISTRATIVO E DIREITO PENAL SÃO "SUBSTITUIDOS" POR "DECRETOS LEIS MUNICIPAIS" INCONSTITUCIONAIS, QUE OUTORGAM PODERES DE ESTADO A MILICIAS   !

Sob protesto, PM derruba portões do tráfico em PARADA DE LUCAS - RJ 


QUANDO UM GRUPO DE TRAFICANTES EM PARADA DE LUCAS - RJ - FECHA A RUA PUBLICA COM CADEADO , E COBRA 10 REAIS POR CHAVE - O BOPE VAI LÁ E DERRUBA OS PORTÕES , APESAR DO PROTESTO DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES !!





MAS QUANDO  "GRANFINOS" FECHAM MILHARES DE  RUAS PUBLICAS COM PORTÕES, CADEADOS, CONSTROEM GUARITAS ILEGAIS NAS CALÇADAS, A PREFEITURA MANDA ABRIR E ELES NÃO ABREM , A POLICIA NÃO DERRUBA , PORQUE ????? 





PORQUE A POLICIA NÃO DERRUBA OS MUROS DOS FALSOS CONDOMÍNIOS ???

QUE  AGEM COMO VERDADEIRAS MILICIAS : VENDENDO SEGURANÇA PRIVADA EM RUAS PUBLICAS, IMPONDO BI-TRIBUTAÇÃO COM FINS DE  CONFISCO 
EXTORQUINDO  DINHEIRO E CASAS PRÓPRIAS, SOB AMEÇA DE SEQUESTRO DE BENS  ,  FRAUDANDO REGISTROS DE IMOVEIS, USANDO CNPJ FALSO E CONTAS BANCARIAS DE LARANJAS 

E QUE PERSEGUEM , AMEAÇAM, DIFAMAM, HUMILHAM , ESPANCAM, AMEAÇAM DE MORTE , INCENDIO, DE  DE SEQUESTRO, ENVENENAM CAIXAS DE AGUA COM FEZES E COM ARSENICO, VIOLAM DOMILICIOS E CORRESPONDENCIAS, E NÃO DEIXAM A POLICIA ENTRAR NA RUA PUBLICA PARA SOCORRER AS VITIMAS DESTES CRIMES 

( temos provas de tudo isto , entregues ao MP, à Prefeitura  e à policia , locais  ) 

ESTES MILICIANOS DOS FALSOS CONDOMINIOS CONTRATAM ESPIÕES E BANDIDOS PARA PERSEGUIREM QUEM SE INSURGE CONTRA ELES , E MUITOS TEM QUE VIVER ESCONDIDOS , PORQUE DENUNCIARAM ESTAS MILICIAS AO MP 

( vejam as denuncias das vitimas dos falsos condominios em nossas petições on-line ) 

 ESTES FALSOS "FILANTROPOS"  AINDA ACHAM QUE ESTÃO CERTISSIMOS , E CONFESSAM ABERTAMENTE CRIMES, QUE, EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO , JÁ OS TERIAM POSTO NA CADEIA, POR LONGO TEMPO !

( vejam as denuncias postadas no blog ) 


NINGUEM FAZ NADA PARA DERRUBAR OS PORTÕES ILEGAIS, PRENDER OS CHEFES DESTAS MILICIAS DE COLARINHO BRANCO QUE TOMARAM AS REDEAS DO PODER EM SUAS PROPRIAS MÃOS , E, AINDA POR CIMA , QUEREM LEGALIZAR A ESPIONAGEM PRIVADA, A PRIVATIZAÇÃO DE RUAS PUBLICAS E A EXTORSÃO ????
ONDE FOI PARAR O PODER DO ESTADO ?
----- leiam a reportagem e tirem suas próprias conclusões ----

PF investiga esquema de espionagem em Brasília

Informações levadas por deputado sugerem que até a presidente pode ter sido vigiada

04 de janeiro de 2013 | 22h0


Vannildo Mendes - O Estado de S. Paulo
BRASÍLIA - A Polícia Federal abriu investigação para apurar uma suposta rede de espionagem ilegal com atuação em Brasília que teria políticos e autoridades entre seus alvos. Suspeita-se que até a presidente Dilma Rousseff tenha sofrido tentativa de bisbilhotagem do grupo, além de senadores e deputados.
As investigações foram abertas a partir de informações e documentos entregues ao Ministério Público Federal e ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, pelo deputado federal Miro Teixeira (PDT-RJ), em julho passado.
Os documentos incluem extratos de ligações telefônicas e trocas de e-mail entre parlamentares do Congresso Nacional. Miro disse ao Estado que recolheu o material de um araponga, que se sentira ameaçado e estaria agora sob proteção policial.
"Criou-se na capital do País, sob os olhos dos poderes da República, uma sociedade anônima de criminosos e violadores de dados pessoais" afirmou o deputado. "Não há cidadão nesse País, nem mesmo a presidente, seguro da sua privacidade e isso é muito ruim para a democracia."
Contatada, a PF informou por meio de sua assessoria que abriu procedimento preliminar de investigação para verificar a autenticidade dos documentos, mas não comentará que encaminhamento deu ao caso para não atrapalhar as apurações. O órgão confirmou que há indícios veementes de crime no material apresentado e que o caso será apurado com rigor.
O grupo ao qual o espião arrependido está ligado tem foco de atuação no Distrito Federal, voltado para autoridades do governo local. Mas o material entregue por ele inclui aparentes extratos de ligações e de e-mails de parlamentares federais, como o senador Blairo Maggi (PR-MT), o deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) e o ex-senador Demóstenes Torres, cassado por envolvimento com o esquema de corrupção e exploração de jogos ilegais comandado por Carlinhos Cachoeira.
Nem a PF ou o deputado, todavia, veem associação automática do grupo com o contraventor. "Não sei se há conexão com o esquema do Cachoeira, pois os extratos eram usados pela quadrilha como efeito demonstração para convencer clientes a fecharem negócio", disse Miro.
‘Mercado anárquico’. Segundo o delegado Marcos Leôncio Sousa Ribeiro, presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF), quadrilhas de arapongas atuam impunemente em praticamente todos os estados, fazendo espionagem industrial, bisbilhotagem contra particulares e sobretudo dossiês contra políticos. "É um mercado totalmente anárquico, sem fiscalização ou controle, exercido muitas vezes por profissionais sem qualificação ou compromisso ético."
São Paulo, maior polo empresarial do País, Brasília - sede dos Três Poderes e de representações diplomáticas de mais de 200 nações - e Rio de Janeiro são os principais centros de arapongagem no País, segundo a PF. A estimativa é que esse mercado movimente mais de R$ 1 bilhão ao ano no Brasil. A última operação da Polícia Federal relacionada a escutas ilegais foi a Durkheim, que desmantelou em novembro, em São Paulo, uma rede de 27 espiões, entre os quais policiais federais, civis e militares, que bisbilhotavam políticos, empresários e magistrados.
Um projeto de lei do deputado federal José Genoino (PT-SP), patrocinado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), em fase final de tramitação na Câmara, cria o marco regulatório do setor e estabelece as normas para exercício da atividade de inteligência privada. Para exercê-la, o interessado terá de fazer curso de formação de agente e precisará de autorização da Abin, que será renovada anualmente. 
-----------------------------------------------------------------------------

Sob protesto, PM derruba portões do tráfico em Parada de Lucas

16 de Junho de 2011  10h28  atualizado às 11h35 - FONTE TERRA NOTICIAS 

PM derruba muro construído por traficantes em Parada de Lucas, no Rio Foto: Alessandro Costa / O Dia
PM derruba muro construído por traficantes em Parada de Lucas, no Rio
Foto: Alessandro Costa / O Dia
Cerca de 20 policiais do 16º Batalhão da Polícia Militar (Olaria) derrubaram, na tarde de quarta-feira, os portões instalados por traficantes de drogas na favela de Parada deLucas. Moradores denunciaram que os obstáculos cerceavam a liberdade de entrar e sair da comunidade. Os PMs utilizaram marretas para destruir as grades, que serviam de barricadas para ajudar na fuga dos bandidos em eventuais ações da polícia.
Assim que a polícia entrou na favela, alguns moradores iniciaram um pequeno protesto. Pouco mais de 20 pessoas, a maioria crianças, ensaiaram gritos de "ão, ão, ão, queremos o portão". Para a PM, tudo fazia parte de uma pressão do tráfico sobre a população.
O presidente da Associação de Moradores de Parada de Lucas, Rosário Santa Lúcia, se apresentou aos policiais e foi levado para a 38ª DP (Brás de Pina), onde prestou depoimento. Ele explicou que os portões não têm como única finalidade servirem de barricadas do tráfico. "Ele evita que crianças corram para a rua, ali para o meio da Avenida Brasil. Colhemos 143 assinaturas de pessoas que querem o portão, mas não conseguimos legalizar na prefeitura, porque eles alegam que aquelas ruas não existem", reclamou.
O líder comunitário nega que R$ 10 fossem cobrados pela cópia de cada chave, como denunciaram alguns moradores. "Cada um fazia sua cópia", disse.
Não houve resistência dos criminosos à PM, que empregou um veículo blindado para entrar no local. Seis suspeitos foram detidos com armas e drogas em vários pontos da favela. Em menos de duas horas, os policiais puseram abaixo quatro portões - três exclusivamente para pedestres e outro com passagem para veículos - que ficavam às margens da Avenida Brasil, a pouco menos de 300 m de um posto do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv).
Do outro lado da favela, no acesso pela Avenida Bulhões Marcial, na subida da chamada passarela branca (usada por pedestres), que desemboca dentro de Parada de Lucas, um portão azul de quase três metros de altura e com duas correntes de ferro também foi destruído.
"Temos feito uma repressão diária ali e vamos continuar. Parada de Lucas e Vigário Geral são prioridades do Batalhão. Derrubamos esses portões, que foram colocados de forma irregular, já que não havia autorização da prefeitura. Já oficiamos o BPRv para contar com o apoio deles, para avisarem sempre que alguém voltar a colocar portão ali. Se colocarem, vamos derrubar de novo", avisou o comandante do 16º BPM.
PMs escalam grade em acesso a passarela
Ao entrarem em Parada de Lucas pela passarela branca da Avenida Bulhões Marcial, PMs foram surpreendidos com a grade de três metros de altura e tiveram que pulá-la.
Em apenas dois minutos, sete moradores que tentaram entrar por ali também deram de cara no portão. "Tem polícia aí dentro, é? Então foi por isso que trancaram", questionava um jovem que chegava do trabalho, sendo obrigado a andar mais cerca de 400 m até a passarela de acesso do trem, que sai dentro de Vigário Geral. Uma mulher preferiu pular também. "É o jeito, né? A gente acaba acostumando", disse, resignada.
Além de derrubar os portões, o Serviço Reservado (P2) do 16º BPM juntou informações e levou fotos de traficantes para tentar capturar os bandidos que se exibem armados. O principal alvo era o atual chefe do tráfico da favela, Ronaldo Rocha Dias da Silva, o Tião. Apesar de a maioria ter conseguido escapar, seis suspeitos foram capturados, quatro maiores e dois menores.
Do material apreendido, o que mais chamou a atenção dos policiais militares foram duas câmeras de monitoramento. Tanto em Parada de Lucas quanto em Vigário Geral, os bandidos costumam monitorar cada viela por uma central de câmeras. Foram recolhidos, ainda, um fuzil calibre 30 com luneta, uma escopeta calibre 12, 15 galões de cheirinho da loló, três caixas de remédio, nove carregadores de fuzil (cinco de metralhadora e um de pistola), cinco radiotransmissores e uma balança de precisão.



5 comentários:

VITIMASFALSOSCONDOMINIOS DEFESA DIREITOS disse...

Frederico Freitag Não é nada, mas os cinco Generais Presidentes até podem ter cometido erros, mas não se meteram em negócios escusos, não enriqueceram com o dinheiro público, nem receberam benesses de empreiteiras beneficiadas durante seus governos. Sequer criaram institutos destinados a preservar seus documentos ou agenciar contratos para consultorias e palestras regiamente remuneradas.

Bem diferente dos tempos atuais, não é?
FRED FREITAG VIA FACEBOOK

Anônimo disse...

Três minutos antes de o ex-presidente do PT José Genoino entrar na sala da Presidência da Câmara dos Deputados para tomar posse, o delegado da Polícia Civil alagoana Francisco Tenório passou pelo mesmo corredor sem ser notado pelo batalhão de jornalistas e curiosos que esperavam o petista condenado no processo do mensalão. Chico Tenório, como é conhecido, voltou à Casa após ter passado um ano na prisão e outros sete meses com um tornozeleira eletrônica para monitorar os passos dele, por causa de dois processos em que é acusado de encomendar assassinatos. No caminho e durante a solenidade de posse nenhuma pergunta foi lhe dirigida.

Veja também:
Genoino assume na Câmara e diz ter 'consciência serena dos inocentes'

Tenório assumiu a cadeira deixada por Célia Rocha (PTB), que se elegeu em outubro prefeita de Arapiraca (AL). Filiado ao minúsculo PMN, agora com três representantes na Câmara, ele terá como colega de bancada Jaqueline Roriz (DF), que escapou no ano passado da cassação em plenário após ter sido flagrada em um vídeo recebendo propina de Durval Barbosa, delator do mensalão do DEM na capital federal.

O deputado recém-empossado já havia cumprido mandato de deputado federal na legislatura passada. Assim que deixou a Câmara, em fevereiro de 2011, teve sua prisão preventiva decretada por ordem da Justiça estadual. Segundo a acusação do Ministério Público, ele teria, na "posição de líder de uma organização criminosa atuante em Alagoas", ordenado a ação que resultou na execução de duas pessoas em 2005. Ainda responde ação por ser supostamente autor intelectual do assassinato de um ex-policial militar na década de 90. leia mais no ESTADAO

VITIMASFALSOSCONDOMINIOS DEFESA DIREITOS disse...

Quando juizes não respeitam decisões do STF e muito menos a CONSTITUIÇÃO FEDERAL o judiciário fica comprometido, é o caso dos CONDOMÍNIOS ILEGAIS no RJ carimbadores de sentenças usam uma súmula i9nconstituciona, a súmula 79, uma vergonha para DEMOCRACIA...
Ezio - via email

VITIMASFALSOSCONDOMINIOS DEFESA DIREITOS disse...

Carlos Bello Valente Paguei durante 30 anos a minha casa ao BNH e agora os juizes dizem que ela não é mais minha. Pegadinha pós-escritura. Um jeito de tomar os bens de quem já pagou tudo o que era de direito.

VITIMASFALSOSCONDOMINIOS DEFESA DIREITOS disse...

Clamo pelo respeito a minha cidadania e as leis do Brasil. Cobrança por serviços prestados sem minha solicitação é crime de extorsão previsto no código civil criminal Este é o crime cometido pela associação de moradores do recanto verde mar no município de Caraguatatuba est. De S. Paulo.Danilo