DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

quinta-feira, 17 de maio de 2012

FOLHA DE SÃO PAULO - BOMBANDO - LEIA AQUI

ASSINEM AQUI A  PETIÇÃO NACIONAL AOS MINISTROS DO SUPREMO E DO STJ CONTRA ESTAS ILEGALIDADES 

Associações de bairro fazem cobrança de moradores não filiados  

MATÉRIA RISCO - MORADIA FOI RE-PUBLICADA HOJE 17.05.2012
NA FOLHA DE SÃO PAULO LEIA AQUI 

ABUSOS DOS FALSOS CONDOMÍNIOS PROVOCAM A  INDIGNAÇÃO POPULAR 

REGISTRE SEU COMENTÁRIO - PROTESTE - DIGA NÃO À CORRUPÇÃO ! 


São Paulo Associações de bairro fazem cobrança de moradores não filiados
Leia Mais


  1. josé hansen pacheco (1246)
     - JUNDIAI/SP
    (21h18) há 22 minutos
    Além da corrupção venda de sentença despotismo e outras acusações desse tipo o Judiciário Brasileiro é um semeador de Insegurança Jurídica...incluindo o STF...tá na cara que isso é um golpe pra tomar dinheiro do morador...
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  2.  
    Francisco Lemos (841) - BELO HORIZONTE/MG(20h29) há 1 hora
    Brasileiro tem personalidade dupla:1-paga INSS, mas paga plano particular (corre risco de o medico do plano pedir um por fora)2-paga impostos pra tudo e paga policia particular (guaritas nas ruas e tudo mais)3- paga taxas de limpeza, e paga condominio pra milicias que fecham as ruas e criam as associacoes4- paga escola dos filhos e nao pode descontar no IRta danado.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  3.  
    Roger França (17)(20h21) há 1 hora
    Como se não bastasse o Governo e suas taxas e impostos, ainda tem mais essa.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  4.  
    Jorge Diaz (32)(20h19) há 1 hora
    O Vale da Santa Fé em Vinhedo tem o mesmo problema, uma associacao de moradores que penhoraram a minha casa e os juizes dao ganho de causa nessa associacao que nunca foi condominio.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
    1. Andrea Aguiar (9)(20h56) há 44 minutos
      O poder público vende para essas associações o direito sobre as áreas públicas, mas continua cobrando os impostos por elas. As associações se sentem apoiadas no direito de voltar a cobrar pelas obrigações que eram do poder público. A população tem que pagar 2 vezes pelos mesmos serviços? Alguns juízes apoiam essas associações. Por que o ministério público não fiscaliza? Estamos perdidos!
      O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  1.  
    Fernanda F. (61) - SAO PAULO/SP(18h51) há 21 minutos
    Essa Justiça de SP é o fim do mundo mesmo... atropelando a constituição com seu super conservadorismo, apoiando fal catruas e pi ca retagens! Vergonha de ser paulista!
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  2.  
    Leandro Pereira (1527) - SAO PAULO/SP(18h14) há 58 minutos
    Nem é preciso conhecer direito para saber que isto é injusto.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  3.  
    paulo iamaguti (688)(17h49) há 1 hora
    Não seria a policia responsavel pela vigilância das ruas ? E a policia não é do Estado ? Então, essa associação que vá pra PQP.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  4.  
    Eloi Paiva (92) - SAO CARLOS/SP(17h32) há 2 horas
    A ilegalidade jurídica da cobrança não anula o fato de que quem não paga o rateio dos custos de uma associação esteja se beneficiando indevidamente do dinheiro e do esforço de uma parte da comunidade, que se esforça para exercer cidadania e contribuir para agregar melhoria de vida e patrimonial ao bairro. Isso é alienação com a falsa ideia de que o poder público e responsável por tudo, bastando ao cidadão cumprir o dever de pagar impostos. Falta de inteligencia cívica.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
    1. Andrea Aguiar (8)(17h41) há 2 horas
      Alienação é NÃO exercer a cidadania por NÃO cobrar das autoridades a melhoria de vida para a comunidade. O poder público é responsável pela segurança, limpeza de ruas, coleta de lixo, iluminação, etc. Quando as MILÍCIAS se incumbem dessas funções temos o poder paralelo que que não respeita as leis, as pessoas, a democracia.
      O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  5.  

    Aviso

    Você já avaliou essa resposta, só é permitido uma avaliação para cada resposta.
    DELANNE DINIZ diniz (1090) - GOIANIA/GO(17h22) há 2 horas
    São vários serviços que a prefeitura deveria fazer, já que estão embutidos nos impostos. Se a prefeitura abrir mão dos impostos e prol da associação...
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
    1. Andrea Aguiar (8)(17h27) há 2 horas
      Há tantos corruptos no serviço público quanto nas associações. É a mesma coisa que legalizar as milícias! Poder paralelo.
      O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  6.  
    marc boncz (395) - CAMPO GRANDE/MS(16h54) há 2 horas
    É a mesma coisa que a contribuição sindical. Quem não se associou ainda é obrigado a pagar, mesmo quando vc acha que outro sindicato (ou até comecar sindicato novo) seria negocio muito melhor. Alegam que todos ganham com a ação dos sindicatos, mas os sindicatos são os maiores responsáveis por uma legislação trabalhista ultrapassada que beneficia poucos. Mas no caso destes "semi-condominios" a justiça decidiu que a cobrança é irregular, enquanto a cobrança indevida da contribuição sindical...
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  7.  
    BRASIL: 6ª Economia / 84º IDH / 88º educação (1270)(16h33) há 3 horas
    E eu que pensava que só o governo poderia me impor uma cobrança.Agora mais essa !!!!
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  8.  
    joao Carniel (1)(16h19) há 3 horas
    Sou morador do parque e vejo o trabalho da associação com relação a limpeza e paisagismo. Acho um absurdo ter de pagar 2 vezes pelo mesmo serviço, afinal a prefeitura deveria fazer este serviço e não o faz, da mesma maneira que pago 2 vezes pela segurança que nem a prefeitura e nem o Estado são capazes de provir. Mas não sou hipócrita, pois usufruo de tudo isso e isso custa dinheiro. Quando as pessoas vem morar no Parque sabem da existencia da associação. Se não acham conveniente mudem-se.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
    1. ana eugenia (166)(18h12) há 1 hora
      é brincadeira, fulano deixa 1/3 do salário em ir e ainda tem q pagar o governnozinho parelelo, é mole?
      O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
    2. ana eugenia (166)(18h10) há 1 hora
      Falou o dono da cidade, mudem-se!
      O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
    3. Veja todas as respostas
  9.  
    Andrea Aguiar (8)(15h23) há 4 horas
    Essas associações processam os moradores alegando "enriquecimento ilícito". Elas cortam a grama de uma praça perto da sua casa e vc fica mais rico por isso. Seu imóvel fica mais valorizado. Sua casa é assaltada e os seguranças aparecem dando tiro para cima. E eles alegam que vc está ficando mais rico, mesmo não se associando tem que pagar as taxas de manutenção. Juízes decidem a favor dessas associações. É um caso que o Ministério Público tem de ser mais atuante e cobrar a conduta deles.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  10.  
    julio cesar l camerini (529) - COTIA/SP(15h10) há 4 horas
    Diversas administradoras de fachada alegam judicialmente o enriquecimento ilícito do morador que não paga, por imposição sim!Mas quem está se enriquecendo nesta estória são as verdadeiras quadrilhas que se formaram através destes " Falsos Condomínios"Afinal estas "associações" utilizam espaços públicos, matas preservadas, fecham ruas públicas e impedem o sagrado direito de ir e vir, muitas vezes com portões colocados de forma irregular fechando ruas.Constrangem moradores de forma ilícita.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  11.  
    Angel De La Riva (152)(15h10) há 4 horas
    Quem disse que o crime não compensa, olha o estelionato aprovado com o aval da justiça. Imaginar que a ação te que tramitar até o stf para que se reconheça a ilegalidade é o maior dos absurdos. Ou seja, todo mundo é esperto só éu que sou o tr oux a que tenho que dar dinheiro para todos os ban di d os
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  12.  
    Andrea Aguiar (8)(15h04) há 4 horas
    Essas associações vendem segurança e praças bem cuidadas, que é DEVER do poder público, muito bem cobrado pelos impostos. O governo é conivente com essas associações, uma vez que não inventem nas cidades o imposto arrecadado.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  13.  
    Andrea Aguiar (8)(14h59) há 4 horas
    O mais revoltante dessa história é ser processada por inadimplência, ter que pagar uma fortuna para advogados, sendo que essa dívida não é lícita, não existe! O pior é quando alguns juízes dão causa a favor dessas associações, levando à penhora a nossa casa!
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  14.  
    Roberto Copeti (4)(14h42) há 5 horas
    Se é cobrança INDEVIDA - como aqui colocado - deve ser devolvida EM DOBRO e corrigida, certo?
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  15.  
    Fernando Caron (858)(14h33) há 5 horas
    O STJ já tem posição sólida a respeito, contrária ao pagamento pelos não associados.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  16.  
    Robertônio Luiz Pedrosa (384)(14h30) há 5 horas
    Terra de bandid0s.... Do mollusk0 e sua secretária até a síndicos estão todos interessados em se apropriar o que é dos outro sem fazer esforço.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  17.  
    Jayme Elias Bentolila (1623) - BELEM/PA(13h26) há 6 horas
    Este caso não é um que tinha o cara que criou este tipo de coisa, passou a ser juiz e sempre dava ganho de causa a fictícia associação e ele ganhava como juiz e como sócio da associação, o que o CNJ fez a respeito? e se já existe jurisprudência do STF o que os juízes de 1ª não acabam com a festa já no início, a não ser que sejam amigos do tal juiz que começou tudo isso..
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
    1. julio cesar l camerini (529) - COTIA/SP(15h13) há 4 horas
      Muito bem dito! Tem "juizinho "b de primeira instância que chega até a cercear seu direito de defesa.São quadrilhas bem organizadas, que lavam dinheiro e fraudam Cnpjs, e ai a perguta:CADÊ O MPF E O MP ?
      O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  18.  
    José Batista (908)(13h25) há 6 horas
    Brasil, país de absurdos! Casos como esse merecem solução na bala!
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor





Nenhum comentário: