DEFENDA SEUS DIREITOS

Loading...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

"Do Caeté a Vila Rica, tudo ouro e cobre! O que é nosso vão levando... E o povo aqui sempre pobre!" ROMANCEIRO DA INCONFIDENCIA - Desembargador Cármine Antônio Savino Filho faz palestra sobre a Obra de Cecilia Meireles dia 07 novembro na Academia Brasileira de Letras


Desembargador Cármine Antônio Savino Filho

fonte : BLOG do EDUARDO GOMES DE CARVALHO 
Quase sempre escrevi em meu blog, acerca dos maus Juízes, sejam aqueles que aplicam as Leis de acordo com suas conveniências ou aqueles omissos, que são indiferentes à função social das normas. Todavia, minha indignação maior sempre partiu contra os corruptos, os traficantes de influência, os carreiristas e aproveitadores, que usam o Poder Judiciário como fonte de enriquecimento e vantagens ilícitas. 

Infelizmente, ano após ano o Judiciário vai sendo contaminado por vírus cada vez mais poderosos, porque seu sistema imunológico se enfraquece, com a perda de Magistrados que realmente honraram sua toga. Dentre estes poucos Magistrados, que reputo realmente terem vocação para usar as vestes talares e compunham o sistema imunológico do Judiciário, está o Desembargador Cármine Antônio Savino Filho, que apesar de passar toda sua vida na Magistratura, julgando criminosos da pior espécie, nunca se deixou seu coração se enrijecer pelas atrocidades comumente presentes nas varas e câmaras criminais.

A sensibilidade sempre foi sua marca registrada em seus julgados, que faziam da Magistratura antes de ciência, uma arte que poucos dominavam tão bem quanto ele. Foi ator, é poeta e admirador de uma das maiores poetizas do Brasil: Cecília Meirelles, cuja biografia e obra conhece como poucos. 

Dos poemas de Cecília Meirelles, o Desembargador Cármine retirou valiosos conceitos, que acompanharam toda sua vida como Magistrado, como o desprendimento da materialidade  e o verdadeiro significado da palavra "liberdade", como aquele presente no poema  "Romanceiro da Inconfidência":  "Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique, e ninguém que não entenda...". 

São de Magistrados desse quilate, que o Judiciário precisa, mas "o tempo não pára", como já dizia Cazuza, outro magistral poeta de nossa música popular brasileira, onde o paradoxo existente entre o lirismo e lógica social de seus versos, certamente povoou e inquietou a mente do Desembargador Cármine.

No dia 7 de novembro de 2011, na sala José de Alencar da Academia Brasileira de Letras, o Desembargador Cármine Savino Filho, estará dando uma palestra sobre a obra de Cecília Meirelles (convite abaixo). Se você gostar de cultura, de conhecer pessoas sensíveis e do bem, dê uma passada por lá e assista a palestra. Tenho certeza de que você sairá uma pessoa melhor.


Prefaciado por Carlos Drumond de Andrade
Da esquerda para a direita Cármine Savino (Tony)Eva Vilma e Paulo Hathayerno longa metragem CIDADE AMEAÇADA, dirigido por Roberto Farias filmado pelaIncofidência Cinematográfica/SP. Este filme representou o Brasil, em 1960, no Festival de Cannes

Nenhum comentário: